A sustentabilidade dos caminhos rurais

Crédito: Leandro Osório
Crédito: Leandro Osório
Demarcação das áreas rurais de Porto Alegre garante a produção de alimentos orgânicos e promove a sustentabilidade ambiental da região. O prefeito José Fortunati inseriu os Caminhos Rurais no Sistema de Gestão da Política de Desenvolvimento Rural e firmou importante pacto que assegura a qualidade dos alimentos produzidos por pequenos e médios agricultores.

Por Leandro Osório
Jornalismo Ambiental / Manhã

Quem não conhece e vai até lá, encanta-se e não acredita que a região faz parte da capital gaúcha. Localizado no extremo sul de Porto Alegre, os Caminhos Rurais ainda são regiões desconhecidas por boa parte da população urbana. Povoado na sua grande maioria por pequenos agricultores, suas áreas de plantio e comercialização de produtos, muitos cultivados sem agrotóxicos, transformam a região numa verdadeira zona rural em plena capital. Continue lendo A sustentabilidade dos caminhos rurais

A volta da zona rural de Porto Alegre

Zona rural agora ocupa menos de 9% do território de Porto Alegre -  Crédito: PMPA / Divulgação
Zona rural agora ocupa menos de 9% do território de Porto Alegre –  Crédito: PMPA / Divulgação
A arquiteta Andrea Oberrather, da Secretaria Municipal de Urbanismo (Smurb), coordenou um grupo de trabalho que começou em 2010, junto a outras secretarias da Prefeitura de Porto Alegre, para elaborar um plano estratégico para a zona sul de Porto Alegre. Nesta entrevista, ela conta como aconteceu este processo, e avalia os desafios ambientais e econômicos deste novo capítulo da Zona Rural da capital gaúcha.

Por Luiz Otávio Vieira Rodrigues
Jornalismo Ambiental / Manhã Continue lendo A volta da zona rural de Porto Alegre

O transporte solitário piora a qualidade de vida em Porto Alegre

Congestionamento na avenida João Pessoa em Porto Alegre – Crédito: Adrienne Cardoso
Congestionamento na avenida João Pessoa em Porto Alegre – Crédito: Adrienne Cardoso

A facilidade de aquisição de carros e a má qualidade dos transportes coletivos aumentam o transporte individual na capital gaúcha.

Por Adrienne Cardoso
Jornalismo Ambiental / Manhã

“A informação existe, mas a conscientização não. Percebemos uma minoria que apresenta interesse sobre questões ambientais. Estas questões fazem parte da educação que não acontece no trânsito. O desinteresse com o meio ambiente acontece em todos os contextos e não só no trânsito”, diz Fernanda Cássia Landim, psicóloga pela Universidade de Santa Cruz do Sul e especialista em Avaliação Psicológica e Psicóloga Perita Examinadora de Trânsito. Continue lendo O transporte solitário piora a qualidade de vida em Porto Alegre

A vibe orgânica em Porto Alegre

Bastidor da feira de alimentos orgânicos no bairro Menino Deus em Porto Alegre (RS) – Crédito: Mariana Catalane
Bastidor da feira de alimentos orgânicos no bairro Menino Deus em Porto Alegre (RS) – Crédito: Mariana Catalane
Agricultores, comerciantes e cidadãos que optam por orgânicos ainda são minoria, mas dizem não, em alto e bom som, ao uso e consumo de agrotóxicos.

Por Mariana Catalane
Jornalismo Ambiental / Manhã

No Brasil há mais de 200 milhões de pessoas e além de estar em segundo lugar no ranking de maior produção de alimentos do mundo, já faz um tempo que o país é o maior consumidor de agrotóxicos.

Desde a década de 1950 a maneira tradicional de produção agrícola vem mudando. Novas tecnologias alteraram os solos e os alimentos. Os advogados do agronegócio falam em defesa da agricultura contra as pragas que atacam as plantações e aumento de validade dos produtos.

A verdade é que o solo de muitos agricultores brasileiros e a produção de verduras, frutas e legumes recebem uma série de venenos. Entretanto, existem pessoas e movimentos que não usam e nem consomem agrotóxicos.

Para explicar as vantagens da alimentação orgânica, querido (a) leitor (a), entrevistamos produtores e consumidores em uma das mais tradicionais feiras ecológicas de Porto Alegre. Continue lendo A vibe orgânica em Porto Alegre

Um hambúrguer ecológico até na entrega

Veburger entrega de bicicleta hambúrguer orgânico em Porto Alegre de sexta a domingo - Crédito: Divulgação
Veburger entrega de bicicleta hambúrguer orgânico em Porto Alegre de sexta a domingo – Crédito: Divulgação
Comer um hambúrguer saudável e ainda por cima preservar o meio ambiente. Essa é a proposta do casal Kellyn Elisa e Jackson Gerhardt,  idealizadores da hamburgueria vegana Veburguer de Porto Alegre, que utiliza apenas alimentos orgânicos com o diferencial de entregar os lanches de bicicleta.

Por Melissa Renz
Jornalismo Ambiental/ Manhã

Naturais de Santa Cruz, e morando há cerca de um ano em Porto Alegre, Jackson Gerhardt, 29, e Kellyn Elisa, 23, formados em Comunicação queriam alcançar independência financeira sem ter que explorar indevidamente as pessoas e a natureza. Foi ai que surgiu a ideia de um empreendimento divertido, sustentável e sem o formato tradicional de uma empresa que funciona na capital gaúcha desde outubro. Continue lendo Um hambúrguer ecológico até na entrega

Quanto vale o Dique de Alvorada?

Uma das 99 ruas alagadas em Alvorada devido as enchentes de julho de 2015 - Crédito: Ivan Júnior
Uma das 99 ruas alagadas em Alvorada, município da Região Metropolitana de Porto Alegre, devido as enchentes de 2015 – Crédito: Ivan Júnior
Projeto de controle de cheias na Região Metropolitana de Porto Alegre inclui diques, casa de bombas e revitalização do rio Gravataí.

Por Thainah Mazin
Jornalismo Ambiental / Manhã

A construção do Dique de Alvorada tem valores diversos, o que difere é o ponto de vista analisado. Para o Governo Federal, que financia a obra, vale o investimento de R$ 228 milhões. Para os moradores de Alvorada, custam 50 anos das suas vidas passadas por enchentes, causadoras de perdas materiais e traumas psicológicos. E para o meio ambiente, você já se perguntou quais são as consequências? Continue lendo Quanto vale o Dique de Alvorada?

Antiga estação de tratamento de esgoto vira estacionamento em condomínio

Um dos estacionamentos do Parque Residencial Teresópolis, um dos maiores condomínios de Porto Alegre, onde antes funcionava estação de tratamento primário de esgoto operada pelo Dmae - Crédito: Daniela Fernandes
Um dos estacionamentos do Parque Residencial Teresópolis, um dos maiores condomínios de Porto Alegre, onde antes funcionava estação de tratamento primário de esgoto operada pelo Dmae – Crédito: Daniela Fernandes
Quando ainda não era possível tratar o esgoto cloacal no bairro Alto Teresópolis, na zona sul de Porto Alegre, o Condomínio Parete, um dos maiores da capital gaúcha, com 60 blocos, tinha uma estação operada pela Prefeitura que fazia o tratamento primário dos efluentes domésticos de quase cinco mil pessoas.

Por Daniela Barros Fernandes
Jornalismo Ambiental / Manhã

Um enorme tanque, onde quatro pás giratórias desintegravam tudo e transformavam todo resíduo em líquido que era despejado no esgoto cloacal público da Erechim, rua que passa ao lado de um dos maiores condomínios de Porto Alegre (RS). Era assim que funcionava a estação de tratamento primária de esgoto do Parque Residencial Teresópolis, conhecido como Condomínio Parete.

Localizado no bairro Alto Teresópolis, em frente ao campus Zona Sul da UniRitter, em uma área de 77.274 m², os 60 blocos do Parete tem um total de 998 apartamentos, onde moram quase cinco mil pessoas. Continue lendo Antiga estação de tratamento de esgoto vira estacionamento em condomínio