Arquivo da tag: Poluição das águas

O perigo invisível dos medicamentos na água

O descarte inadequado de remédios contamina a água e aumenta o risco de doenças crônicas a longo prazo – Crédito: Pâmela Bassualdo
O descarte inadequado de remédios pode contaminar a água do lago Guaíba utilizada para abastecer a população de Porto Alegre? Em busca desta resposta, a reportagem do blog de Jornalismo Ambiental conversou com especialistas para compreender os possíveis danos  ao organismo humano e ao ecossistema.

Por Andrew Fischer, Danrley Passos, Matheus Suminski e Pâmela Bassualdo
Jornalismo Ambiental – Campus Zona Sul / Noite

A água do Guaíba pode estar contaminada. Estudos mostram que os porto-alegrenses estão expostos a uma série de substâncias que geram consequências tanto a curto quanto a longo prazo. Apesar de tratada, a água que chega às torneiras dos moradores da Capital ainda pode conter resíduos de medicamentos utilizados e descartados pelas pessoas, e que podem ser responsáveis por consequências à vida humana e dos demais seres vivos de outros ecossistemas, principalmente aquáticos. Continue lendo O perigo invisível dos medicamentos na água

Arroio Cavalhada: poluição da nascente até a foz

Foto Abertura
A nascente do Arroio Cavalhada – Crédito: Douglas Salvador

A equipe do Blog Jornalismo Ambiental da Uniritter foi conferir o estado do Arroio Cavalhada, que é apenas mais um dos cursos d’água poluídos de Porto Alegre. Verificamos o seu estado no bairro Belém Velho e no próprio Cavalhada.

Por Douglas Salvador
Jornalismo Ambiental / Noite

Dezenas de objetos jogados em uma pequena área, logo ao lado da nascente do Arroio Cavalhada, além de lixo residencial, roupas, pneus, objetos plásticos e até um smartphone são a companhia indesejada de quem procura a origem de um arroio que influencia na vida de tantas famílias durante o seu percurso. Continue lendo Arroio Cavalhada: poluição da nascente até a foz

Ecopoética: a possibilidade de arte sobre as águas

Performance realizada em uma das pontes do arroio Dilúvio durante o 7° Festival Internacional de Teatro de Rua de Porto Alegre em abril de 2015 – Crédito: Juliana Pereira
Performance realizada em uma das pontes do arroio Dilúvio durante o 7° Festival Internacional de Teatro de Rua de Porto Alegre em abril de 2015 – Crédito: Juliana Pereira
Rossendo Rodrigues explica nesta entrevista os objetivos que o levaram a criar o projeto Ecopoética e revela seu desejo de realizar performances também em São Paulo.

Por Juliana Pereira
Jornalismo Ambiental / Noite

A força da arte e o potencial de transformação social através de performances é o que caracteriza o projeto Ecopoética. Concebido pelo pesquisador, ator e performer Rossendo Rodrigues, e desenvolvido desde 2013 em parceria com a atriz e também pesquisadora Marina Mendo, têm por objetivo realizar ações artísticas sobre os ecossistemas aquáticos urbanos em estado de degradação, chamando a atenção do público sobre o local. A primeira etapa do projeto foi contemplada com o prêmio de pesquisa Décio Freitas e desenvolvida ao longo de 2014 com o financiamento do Fundo Municipal de Cultura de Porto Alegre (Fumproarte). Continue lendo Ecopoética: a possibilidade de arte sobre as águas